Uma mulher grávida de 4 meses de um macaco reso foi presa, processada e deportada para a Tailâdia.

O caso raro de gravidez de humanos por macacos foi constatado por policiais de fronteira americanos, em dezembro de 2008 durante uma tentativa de entrada ilegal no país.

Gypsy Lawson de 28 anos foi presa junto com sua mãe Fran Ogren, 56 anos, que a teria ajudado a conseguir um passaporte falso para entrar no país sem visto, logo depois de desembarcar em solo americano em um vôo procedente da Tailândia.

Lawson estava grávida de 4 meses de um macaco reso. O pai do primata vive em um zoológico em Bangcoc. Às autoridades tailandesas e comissários de vôo ficaram espantados com o caso e não suspeitavam que a gravidez era de um símio e muito menos que o passaporte da grávida era falso.

Foto do filhote de Lawson - Caso raro de gravidez de macaco em mulher

Além de estar sendo processada por falsificação de documentos e tentativa de entrada ilegal nos Estados Unidos, Lawson está respondendo pelo crime de tráfico de animais silvestres, pois carregava um dentro de seu útero e transportar animais silvestres para dentro do país sem autorização do governo é crime.

Os cientistas do IPAEP afirmam que o macaco reso pode engravidar fêmeas humanas, mas que dificilmente uma fêmea de macaco reso sobreviveria a uma gravidez provocada por um homem, sem contar que a pequena primata sofreria muito durante o processo de inseminação natural.

Leia mais sobre a prisão de Lawson aqui